Inscreve-te e tem vantagens!

Let It Snow(2019)

Há 27 dias | Romance, Comédia, | 1h33min

de Luke Snellin com Isabela Merced, Shameik Moore, Odeya Rush, Liv Hewson e Mitchell Hope


Oh, the weather outside is frightful but the fire is so delightful and since we've no place to go let it snow, let it snow, let it snow!

Declaro, oficialmente, que entramos na época mais bonita e a minha favorita: a época natalícia. E com ela, acompanhamos as primeiras decorações a preencherem as ruas, as lojas com imensas músicas de Natal, e as distribuidoras a darem-nos filmes para complementarmos este espírito. Filmes como Home Alone (1990-1992), The Polar Express (2004) que nos vêm aquecendo o coração desde há muito e que todos os anos são relembrados. Mas, neste caso, o único Let it Snow  que nos vamos mesmo lembrar é da música.

A Netflix apostou (mais uma vez) num romcom para nos introduzir a esta season maravilhosa. E, muito sucintamente, descrevo esta história que parece ser uma fanfic dos One Direction. Sendo uma adaptação do livro de John Green, a narrativa desenrola-se numa pequena cidade nos Estados Unidos na véspera de Natal. Como personagens principais temos Julie (Isabela Merced) que acaba de descobrir que entrou numa universidade em Nova Iorque, para a qual não pretende ir porque quer ficar em casa a tomar conta da sua mãe que se encontra doente. Na órbita dela chega Stuart (Shameik Moore), um cantor bastante famoso que, por coincidência, Julie não é de todo fã. Estes acabam por passar o dia juntos (lá está, fantasia de fanfiction) e conhecem-se melhor. Paralelamente, também nos são introduzidas várias personagens, com variadas histórias. Paixões entre melhores amigos, dramas amorosos e uma festa onde, como seria de esperar, toda a narrativa encerra.

Um filme que mesmo que tentes espremer vai sair bastante seco. Uma história, claramente, focada na população teen, onde se juntam todos os clichés, todas as previsibilidades e mais algumas para uma só história. 1h30 de puro aborrecimento, de várias pausas para olhar para o meu ecrã de bloqueio e tentar perceber quando é que o filme acaba. Não traz de todo um espírito natalício para além da quantidade de neve e das músicas de Natal.

Apesar do cast não ser de todo desconhecido, tendo a Isabela Merced que deu vida à Dora no Dora and the Lost City of Gold (2019), ou o Shameik Moore que deu voz ao Miles Morales no Spider-Man: Into the Spider-Verse (2018), o argumento não permitiu com que houvesse um desenvolvimento das personagens, tornando as coisas ainda mais secantes do que já estavam. Em contrapartida, notou-se o esforço para que houvesse diversidade, colocando personagens lgbtq+ e, toda a dinâmica de se assumirem como tal.

O filme não é de todo mau. Para quem gosta do género, é capaz de passar uma tarde agradável a ver mais uma história que, parece diferente, mas que é igual a todas as outras.


Raquel Lopes
Outros críticos:
 Pedro Horta:   7
 Pedro Freitas:   7