Inscreve-te e tem vantagens!

The Peanut Butter Falcon(2019)

Há 2 meses | Aventura, Comédia, Drama, | 1h37min

De Tyler Nilson e Michael Schwartz, com Shia LaBeouf, Dakota Johnson e Zack Gottsagen


Os realizadores Tyler Nilson e Michael Schwartz, naquela que é a sua primeira longa-metragem, misturam os ingredientes certos nas quantias adequadas para oferecer aquele que é provavelmente o feel good movie do ano. Uma combinação de cinema aventureiro com uma amizade improvável capaz de aquecer o coração do espetador mais cínico.

The Peanut Butter Falcon conta a história de Zak (Zack Gottsagen, no seu primeiro papel), um rapaz com síndrome de Down que vive há dois anos e meio num lar de idosos contra vontade. Ele está aos cuidados de Eleanor (Dakota Johnson), uma voluntária séria e bastante dedicada, e passa os dias a ver cassetes de vídeo do seu lutador preferido, Salt Water Redneck (Thomas Haden Church), que dirige uma escola para lutadores do outro lado do país.

Eventualmente, Zak consegue escapar e encontra Tyler (Shia LaBeouf), um pescador angustiado que acabara de destruir equipamento de pesca de dois dos seus homólogos. Com alguma hesitação, Tyler aceita ajudar Zak a encontrar o seu herói enquanto procura fugir às consequências dos seus atos.

O filme não deixa margem para duvidar das intenções dos seus criadores. Nilson e Schwartz desenham um argumento com uma série de atalhos que deterioram a coesão e lógica da narrativa, mas compensam ao induzir aconchego e puro otimismo. E segundo este raciocínio, as atuações são chave para que a narrativa seja suficientemente convincente.

E nota-se a entrega do trio principal ao projeto. LaBeouf raramente esteve melhor emocionalmente num papel que elevou ao interpretar a personagem de modo a equilibrar dureza com fragilidade. Por outro lado, Zak é uma revelação tanto em doçura como em sentido de humor, dada a forma como profere o diálogo e faz as pausas certas nos momentos corretos para maximizar a comédia. Quanto a Dakota, apesar de estar limitada pelo papel, tem uma performance competente ao encarnar uma pessoa condicionada a pensar que os portadores de trissomia 21 são inábeis e devem ser protegidas ao máximo.

Esta é a ideia central que The Peanut Butter Falcon procura desmistificar. Que, apesar das limitações, o refúgio nem sempre é a solução mais saudáveis para os indivíduos que sofrem desta condição. Não dedica, contudo, o tempo necessário para muscular a sua temática. É um elemento importante da narrativa que anda sempre de mão dada com a tentativa de encorajar a boa disposição.

Em última instância, o filme acerta no alvo que pretende atingir, mesmo que progressivamente existam cada vez mais coincidências felizes. Algo que é demasiado evidente para ser ignorado, por muito bom trabalho que a história e os atores façam em continuar-nos a esboçar um sorriso na cara. Para um próximo trabalho senhores realizadores: O mesmo coração, mas um pouco de melhor narração.


Bernardo Freire
Outros críticos:
 Pedro Horta:   8
 Raquel Lopes:   8
 Alexandre Costa:   8
 Rafael Félix:   9